Resenha: Cavalo-marinho no céu

11:41:00 Vivi Lemes 2 Comments

Olá, pessoal! Tudo bom?

A resenha de hoje é sobre o livro Cavalo-Marinho no céu, do autor Edmund Cooper.



A gente não sabe o que esperar de um livro com um título tão louco e foi por isso que, ao chegar do sebo com uma pilha de aquisições, este foi o primeiro que peguei! Mal sabia que estava diante de um pequeno clássico do gênero sci-fi.

Cavalo-marinho no céu conta a história de Grahame e seus companheiros de vôo que são sequestrados em plena viagem. Em um segundo estavam no avião, e no seguinte, fechados em caixões verdes enfileirados numa estranha rua asfaltada com somente um hotel, uma oficina e um supermercado. A rua é cercada por mata e possui alguns metros de comprimento sendo possível ver seu começo e fim.

Embora tenham nacionalidades diferentes, todos se entendem. O grupo é composto por pessoas de profissões variadas e um equilíbrio perfeito de sexos: 16 homens e 16 mulheres.
Destes, um casal era cientista e logo perceberam que, ao pular, o retorno ao chão era sutilmente mais lento, concluindo que não estavam na Terra, mas sim em uma simulação dela, pois a gravidade diferia.



É importante dizer que as coincidências com a série de TV Lost são muitas. A começar pelo momento em que Grahame sai de seu caixão: pessoas chorando, gritando ou paralisadas pelo choque. O grupo do livro de Cooper também está ilhado, de certa forma, e também há descoberta de seres misteriosos como em Lost (tudo ocorre no começo do livro, fique tranquilo, não é spoiler). Quem tem o hábito de ler e já assistiu a série, deve perceber uma porção de inspirações por parte de J.J. Abrams em obras escritas e Cavalo-marinho no céu certamente é uma delas.

Acho que a grande sacada deste livro é fazer o leitor se questionar porque o ser humano possui essa natureza curiosa e até onde pode ir por isso? O grupo estava acomodado no hotel, alimentado pelo supermercado (cuja comida nunca acabava) e até então bastante seguro e familiarizado, vasculhar em busca de respostas significava arriscar-se.

Eu tenho sincero medo desse cara da capa. :|
Devorei o livro até a página 180, mais ou menos, depois disso há bastante explicação dos acontecimentos, tornando a leitura mais densa. Mas o que importa é que não resta nenhum ponto sequer sem a devida explanação (deu pra sentir minha mágoa com Lost agora, não deu? Nunca vou superar).

O livro possui várias edições e pode ser encontrado somente em sebos, não havendo edição recente.
É uma leitura instigante, assustadora em algumas partes (fiquei com medo mesmo) e é obrigatório para os fãs de sci-fi!


Um beijo, e até a próxima!

2 comentários:

  1. Parece muito bom! Com certeza vou atras dele!
    Parabéns pela resenha :)
    Beijos
    Se quiser visitar o meu blog, vou ficar feliz http://chuvacobertaelivros.blogspot.com.br/2015/04/resenha-cinderela-pop.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ana!
      Vou conhecer ser blog sim, pode deixar!
      Bjss

      Excluir