[Vegetarianismo] Como quase estraguei tudo!

11:31:00 Vivi Lemes 8 Comments

Olá pessoal!


Sabem a famosa frase “você está fazendo isso errado”? Essa fui eu nos últimos três meses sendo vegetariana. Fui a prova viva (e eu já sabia disso) de que não ganhamos um tíquete de “corpo magro e saudável” eliminando a carne, pelo contrário, nossa saúde e harmonia podem até piorar. Me transformei num péssimo exemplo por não prestar atenção nos sinais do meu corpo e vou contar tudo para vocês nesse post para que levem para a vida e FAÇAM O QUE DIGO E NÃO O QUE FIZ! rsrsrs



Passei a ser vegetariana no começo desse ano, falei sobre isso neste post. Porém ultimamente estive profundamente envolvida na conclusão da minha monografia. Mesmo quando não estava trabalhando nela, eu só pensava nisso e gastei muita energia para manter a ansiedade sob controle. O esforço para me manter “ok” e ainda fazer o trabalho render foi tão grande que todo o resto precisou ser colocado de lado temporariamente, até mesmo minha saúde. Normal no fim de uma faculdade.


Quando me tornei vegetariana eu sabia que se não tomasse cuidado viveria somente de massas e frituras, o que não é nem minimamente saudável, então baseei tudo em grãos, legumes e verduras, deixando as “bobagens” só para de vez em quando. Preparava a comida para a semana em um dia, congelava tudo e de segunda a sexta era só descongelar e lavar uma saladinha.
Tudo estava correndo bem até que, na correria, fiquei sem nenhum congelado e precisei me virar com o que tinha: fiz uma massa com um molho pronto de quatro queijos para o almoço. Poxa vida, ela estava maravilhosa. E foi tão rápida!
A questão é que faço a maior parte das refeições sozinha e não é fácil cozinhar porção para UMA pessoa então acabava sempre fazendo mais… e comendo tudo.
No resto da semana não tive tempo de preparar meus grãos e legumes congelados, então segui na maravilhosa massa. Eu colocava pedacinhos de queijo que ficavam puxando depois e carregava um pouquinho no sal porque… nossa, como é bom comer quando a gente está estressado! hahahaha Às vezes colocava milho, grão-de-bico e tudo o mais misturado ao molho, somando ainda mais calorias.


Tipo isso.
A partir daquele dia, a coisa desandou: voltei a tomar refrigerante, a rúcula estragou na geladeira, adicionei manteiga à pipoca, troquei o sal por um tempero completo desses cheios de porcaria, comia pães de queijo nos lanches do trabalho e palitos de queijo nos lanches em casa. As refeições principais eram sempre macarrão e pizza. Voltei há alguns péssimos hábitos com a desculpa de que tudo seria resolvido depois da faculdade, consciente de que ganharia uns quilos - só que não foi somente isso que aconteceu.


Sendo uma vegetariana relapsa e estressada, em três meses eu tive:


- Aumento de peso: 3kg. PQP. ¬¬

- Inchaço: surgiu um novo “pneu” no meu rosto! Como um terceiro queixo, algo assim. Meu corpo todo mostrava (ainda mostra, na verdade) sinais de retenção de líquido.

- Baixo desempenho banheirístico: a invejável regularidade, própria dos vegetarianos, FOI PRO BREJO e todos os esforços de nada adiantavam, se é que me entendem.

- Pele ferrada: a psoríase quadruplicou e ainda surgiram espinhas, coisa que nunca tenho.

- Cansaço: essa foi a parte que mais me incomodou. Estava sempre exausta, por vezes uma simples caminhada já me deixava ofegante. Nunca tive muita energia mesmo, mas chegou a um ponto ridículo. Após o almoço, por exemplo, eu caía de sono,dormindo o resto do meu intervalo e passando a tarde “em stand-by”, vegetando e sem conseguir raciocinar com um sono arrasador. Todos os dias.

- Dores: tive mais dores de cabeça além de dores musculares pelo corpo todo, mas acho que especificamente este último se tratava apenas de estresse.
Lembrando que todo o período do TCC foi tenso e essas mudanças foram influenciadas também pelo estresse, mas fiquei muito pior vivendo à base de massa, queijo e frituras. É um exemplo de como ser vegetariano pode levar a sua saúde a ruína: tudo nessa vida é uma questão de equilíbrio.


Na verdade, deixa sim, mas não foi o caso. ¬¬


Sobre o hoje, estou voltando à rotina mais saudável e já me sinto melhor. A estratégia é basicamente comer menos e melhor e voltar para a academia de algum jeito: provavelmente aulas de jump que queimam várias calorias e são bem divertidas.


Em resumo: se você é ou está pensando em ser vegetariano, tenha uma estratégia e siga-a a risca. Não é para cortar frituras, doces e massas, não sou a favor disso, apenas se policie. Deixe para ocasiões especiais. Se você não tem tendência a engordar tem, como todos, uma saúde a manter, então preste atenção para não colher frutos amargos no futuro.


Um bjo meu e do novo pé de rúcula, que agora não vai mais ficar na geladeira até estragar. Nunca mais, espero. kkkk

<3

8 comentários:

  1. Show Vivi....Comei dieta também esta semana...O que comi nos últimos 5 meses nem Deus acredita....Não sei como ainda estou viva e não mais gorda ainda (bom, nem sei se é possível) :(((... Boa sorte pra nós!!!! bjuu

    ResponderExcluir
  2. hahaha Dri do céu, nem me fala. Eu sempre coloco a desculpa em alguma coisa externa, esse é o problema. Mas você começou uma dieta vegetariana ou só dieta mesmo? Bju

    ResponderExcluir
  3. Nossa, como densandou tudo... Que pena! O que pesou mais é que acabou tacando muito industrializado no meio de tudo... Eu também já pensei em ser vegetariana, na grande maioria das vezes eu me alimento super bem (meu maior pecado é bolacha Maisena aff), mas tem que realmente planejar direitinho pra não faltar nada de importante na alimentação. A melhor dica é comer sempre comida fresca e "da terra", então... Arroz, feijão, raízes, frutas e verduras na maior parte das refeições sempre. Outras coisinhas só pra dar um saborzinho aqui e ali. Gosto de compartilhar as refeições no Snap pra motivar outras pessoas a se alimentar melhor também. Espero que volte a reorganizar a sua alimentação em breve! Boa sorte!

    www.thewhitesubmarine.com
    www.facebook.com/thewhitesubmarineblog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sofia! Exatamente, comida natural de verdade, esse é o segredo pra qualquer um ser saudável. Estou aos pouquinhos ajeitando tudo, neste finde fiz paneladas de comida saudável e voltei ao sistema de congelamento. Tem que dar certo. hehehe
      Bjão, obrigada pela visita!

      Excluir
  4. Incrível como a alimentação interfere no nosso metabolismo né? Depois de enfiar o pé na jaca neste final de semana, voltando a rotina saudável.
    Boa semana.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ehehehe quem nunca neh, Lu?
      Bjoo Boa semana pra vc! <3

      Excluir
  5. quando eu tinha 17 anos parei de comer carne. Na época eu cursava o último ano do ensino médio e fazia curso técnico, ou seja, estudava período integral. na escola não tinha um refeitório onde eu pudesse esquentar meu almoço. Por um tempo eu usei a sala dos professores, mas tive que parar. Acabei me jogando na cantina da escola. Esfirra de brócolis, esfirra de berinjela, croissant de queijo... mas tudo massa e tudo com algum queijo no meio... Já viu né... 1 ano e meio nessa dieta de cantina e mais de 10kg na pança! :s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, foi bem parecido oq aconteceu comigo! Realmente devia estar bem conturbado o período pra ti, estudando direto assim... muitas pessoas passam por essa dificuldade. Tanto que em outro post falei sobre como as vezes a gente se obriga a esperar para começar a ser vegetariano pq simplesmente não dá!
      Você ainda é vegetariana?

      Excluir