Psoríase: como controlei e como conviver

19:26:00 Vivi Lemes 0 Comments

.
Parei hoje pra dar uma olhadinha nos números lá do canal, inscritos, views, essas coisas, e reparei que o vídeo mais visto do canal não é sobre vegetarianismo, como pensei: é sobre psoríase! Isso me mostrou que tem muita gente por aí sofrendo desse problema e buscando na internet algum apoio, ajuda, ideia ou até mesmo depoimento de gente que vive com a doença e por isso resolvi fazer este vídeo.

Aliás, quero fazer com alguma frequência vídeos com esse tema pro canal, para quem sabe criarmos aqui uma rede de apoio, né? Então se você se interessa, não deixe de se inscrever aqui para não perder os próximos vídeos e também comentar aqui, dividindo suas histórias e suas dúvidas, ta?


Como tratar a psoríase?


Nesse vídeo eu não vou me estendi muito sobre a minha história, só contei como controlei a doença que me acompanha desde que nasci, além de uma outra reação recente que tive no rosto, porque parece que a psoríase nunca vem sozinha, afinal de contas!
Em resumo, quando você tem psoríase o melhor a fazer é amar a sua pele e cuidar dela como se fosse um bebê frágil e chorão. Que descama.
Os medicamentos corretos, indicados pelo seu dermatologista, são sem dúvida a melhor opção. Por isso, não pegue dicas aqui e saia correndo para a farmácia (eles exigem receita, mas vai saber!), o ideal é que, caso se interesse por algo que comentei, você leve a ideia ao seu médico e juntos decidam o que fazer, certo?
No momento estou utilizando apenas dois medicamentos:
Para o couro cabeludo, utilizo Therapsor Loção. É um santo remédio, funciona bem no meu caso e só exige um cuidado: nunca aplicar sobre a pele machucada. Como a gente coça muito a cabeça, as vezes até com as unhas, podem existir lesões que não enxergamos, então é preciso muito cuidado.
No restante do corpo utilizo uma pomada chamada Propionato de Clobetasol. Aplico depois do banho sobre as lesões que, por estarem pequenas, são aliviadas com esta pomada, mas acredito que não faria muito efeito em grandes manchas.


Mais dicas sobre psoríase


Coisas que eu notei que parecem aleatórias, mas que fazem toda a diferença:
- Dê um jeito de levar uma vida com menos estresse. Há fases na vida que são loucas mesmo, mas permita que sejam somente fases e não uma constante.
- Alimentação saudável faz diferença para mim. Não somente saudável, mas determinados alimentos realmente dão diferença visível a minha pele, especialmente os oleosos do bem como castanhas e azeite de oliva. Descubra os seus!
- Exercícios físicos e alongamento são necessários para fortalecer as articulações e, sejamos sinceros, nunca sabemos quando vamos ter que enfrentar aquela artrite bacaninha chama artrite psoriatica. Além do mais, exercícios também ajudam no controle do estresse, liberando endorfina.
- Hidratação pesada da pele: não sei vocês, mas eu preciso hidratar a pele loucamente como os cremes mais pesados que encontro. E com 'pele' não quero dizer só o corpo, não! É o rosto, os lábios, as mãos e até os olhos, com uso de colírio quando necessário.

Espero que tenha ajudado quem busca esperança no controle da psoríase! Já tive a doença em nível intermediário, com grandes lesões especialmente pelo couro cabeludo e nuca, mas consegui controlar fazendo direitinho o tratamento indicado pelo dermatologista e fazendo o possível para reduzir o estresse na minha vida.
Veja aqui mais posts sobre cuidados com a pele e aqui a fanpage do blog, pra você curtir e não perder mais nenhum post novo!
Um bjo e até o próximo post!

0 comentários: